segunda-feira, janeiro 24, 2011

Musica de Brinquedo

Gravar um disco inteiro apenas com instrumentos de brinquedo é um risco. Mas o que seria do artista se não houvesse esse elemento/alimento no seu trabalho? Assim como a vida, o processo criativo é interessante exatamente porque não sabemos qual é o seu fim. Essa é a graça.  Se atirar no desafio, na pergunta, no novo. Foi o que o  Pato Fu fez no seu último trabalho. O resultado é genial. Eu não paro de ouvir. Dá um vontade de pegar os antigos cacarecos e começar a brincar com eles. =] 
Para saber mais sobre o projeto, clique aqui
Pra baixar, aqui.

3 comentários:

C. disse...

linda semana
palavreando sempre ;)
bjos

Habitante disse...

Realmente é um disco fantastico que encontra seus primóridos em todas as experiencias feitas por tom zé.
Também nao paro de ouvir as versões recheadas de timbres sutis e suaves.

Habitante disse...

Realmente é um disco fantastico que encontra seus primóridos em todas as experiencias feitas por tom zé.
Também nao paro de ouvir as versões recheadas de timbres sutis e suaves.