segunda-feira, março 23, 2009

Uma enorme vontade de desistir. Simples assim. De esmagar todos eles com uma força sob humana. A vida não é feita só de palavras bonitas. Há outras. Milhões delas. Que vagam por aqui. É preciso engolir muito sal até alcançar alguma coisa. E no final, as contas provavelmente não serão pagas. Levantar a bandeira, correr atrás, se expor ao ridículo. Será que é por vaidade ou ideologia? Os aplausos não continuam quando você tira a maquiagem.

4 comentários:

Tai disse...

sabe que que é? vc tem essa mania de me escrever... e eu de ler bem na hora!

MakNamara disse...

A vida é feita de um zilhão de palavras e bem poucas delas bonitas, a maioria até mesmo carente de qualquer sentido. Continentes conceituais onde atracam navios lotados de nada. É longe. Mas por que iria eu desistir?

P. Matheus disse...

Vaidadeologia!

ANILIAH disse...

tantas coisas prá vc me ensinar... nesse universo de blogs...
ah, continuo com meu blog antigo, e posto lá sempre, se vc quiser dar uma voltinha por outros ares !