quarta-feira, junho 25, 2008

Baile de Máscaras

Acenaram as mãos.
Sem intimidade.
Sem contato.
Sem cheiro.
Sem retrato.
Sem beijo.
Sem gemido.
Sem verdade.
Sem sentido.
Encenaram as mãos.

10 comentários:

O Silva disse...

vem meu menino vadio
vem sem mentir pra você
vem, mas vem sem fantasia
que da noite pro dia
você não vai crescer

The 8th disse...

PLACEBO
Álbum: One More With Feeling - 2004

Faixa 17 - Protege Moi
Faixa 19 - Twenty Years

Beijo

Luciana disse...

Amiga querida, tá na hora de vc arrumar uma pica bem saborosa, grande e forte pra esquecer dessa mão que acena sem nada mais, pra não se abalar com as noites de sábado e
nem porra nenhuma dessas q a dor t cotovelo faz com a gente.
Qualé, tu é mulher com H, nenhum homem merece que vc perca seu tempo se procurando numa cama vazia...ah nemmmmmm. Não seja caça, seja caçadora. Saborei as oportunidades, q Papai do céu sempre tem uma carta na manga e qndo tu menos esperar surgirá na sua vida, o cafajeste, o amante, o companheiro, o sexo delicioso, o amor aconchegante, a felicidade enfim e fim. O amor tá aí pra todo mundo, cada um no seu tempo e no momento certo.
Te amooooooooooo!!

Eu,femismo disse...

Tão profundo e raso o modo todo seu de escrever!
O bom mesmo é encontrar em outras palavras seus sentimentos do avesso...
e com grande admiração e uma leve reverência deixo meu rastro em sua grama!

Ana Paula

ps: consegui um veneno para poder comentar no seu blog!!! Otimo te ver no encontro da do H

Anônimo disse...

Mãos à vista!
Mãos a prazo!
Mãos conquistam!
Mãos arrazam!!!

Mensagens
de destino certo
ecoaram como um livro aberto

Impressiona
o quão por dentro
soam
os que de fora bradam

Com a voz de uma tosca razão
colocam pica como solução
como se problemas e dilemas
resolvessem por si
sem poesia e sem cinema

Os sem-conquista
julgam-se revolucionários
Os sem-romance
julgam-se amantes
Os sem-amor
julgam-se relevantes
E os sem-dor, experientes

Prá te ceiar, patríciaH
sem risco de indigestão
eu cantarei em seus ouvidos
até que te desmanches de tesão

Desde o início
até o fim
deste cio
e deste ócio

Macho sim senhor disse...

Luciana bate um bolão.
O meu pau entartarugou.

Ui.

Perdição disse...

Muito legal.....alias tudo muito legal, cada post seu merece um comentario meu!!beso

Um filho da puta de Plutão disse...

Aí poeta Anônimo! Do caralho essa parte:

"Os sem-conquista
julgam-se revolucionários
Os sem-romance
julgam-se amantes
Os sem-amor
julgam-se relevantes
E os sem-dor, experientes"

Engraçado como certa galera consegue julgar-se incrivelmente alternativa apenas com pipoquinhas e banderolas. Basta um penteado X, uma roupa Y,
maconha/bala/doce/quemdamais, deleuzinho no bolso, foucault básico no céu da boca e do ego, sontag largada na cama, um olhar blasé, um transe urbano (sou filha de xangô! -é mesmo? Que legal. Incarno zé pilintre todo fim de semana! -Que massa, véi!!), belos discursos de bar, belos discursos de cama, a cama no bar, o bar na cama, sou a putinha do papai, sou o lobão da mamãe, faço cinema/teatro/arte de risco, meu deus que coragem, lendas de caboclos velhos e sofridos e lindos de tantas historias mastigadas pelas bocas de urbanoides eruditos e bem alimentados de merdas óbvias e paternalistas (porque que Hamlet não pode ser gay, judeu e negro, hein, galera?) urbanoides de merda digo, que vestem crenças como meias e cuecas tão logo esquecidas quando chega o contracheque, a conta, a hipoteca, a prestação,a net, o cabo, o filho, a filha, a andropausa, a menopausa, todos perdidos na mesma putadamatrix que os pariu...Tou de humor AK 47, assumo, mas a verdade é que tudo não passa dum show de reggae com área VIP. Ou seja. Brutamontes na entrada do camarote. E os mano lá no palco falando de irmandade universal, transcendentALLLQUELEGALL. Vai se foder Bla bla blasilia do teu eixo sul ao teu eixo norte.

Apesar de tudo um beijo grande pros poetas Anônimo e Paty Lú. Espero que você dois se encontrem na esquina de uma bela conversa.

E que o resto, inclusive vc aí que está lendo, e pratica alguma rebeldia rebuscada, se foda nas esquinas soturnas da globo e da daslu...hahahaha!

Chinaski!! Rogai por nos!

Patrícia Del Rey disse...

kkkkkkkkkkkkkkk

eu amo esse blog!

=]

uma ameba protozoica na sua sopa disse...

Isso mesmo, crianças. Cocemos todos o saco enquanto
o sol brilha no céu de papaizinho nosso senhor.

Quer dizer...

La no horizonte dum show de reggae VIP, istoé, na frente do palco ouvimos os irmãos pedindo um pouco mais de amor, um pouquinho mais de coragem, lindo, e tudo isso por 40 pratas. Por 20, você pode ficar atras dos irmãos que pagaram 40 para estar na frente dos irmãos que falam gentilezas. Por 10 vc curte o contrabaixo. Dos irmãos. Acha que isso é o fim da cadeia alimentar ? Atras de vc tem uma vendinha de camisetas Pau-no-cu-da-Globo. Por 15 reais de provocação carimbada vc arrasa o bom senso viral de 1964. Vamos crianças, vamos tomar um sorvete no zoologico e ver se os macacos descobriram alguma formula quântica para libertar a humanidade do papel higienico.

Chinaski?

Cadê vc, filho da puta?