quarta-feira, outubro 22, 2008

Duas latas de super 8 guardadas para o argumento ideal.

Enquanto meus tons pbs se espalham sobre a tela, eu revelo (apressadamente) partes de mim. Cama, telhado, vitrola. O meu quarto sempre escuro se exibe para camisa de listras dele. Engraçado, esse mundo regado a ervas e Stella Artóis. São duas latas de super 8 guardadas para o argumento ideal. Será que a cegueira é o principio da razão? Juntos, comemoramos o fim de hoje ou o começo do amanhã. Dizem que quando o gafanhoto pousa é sinal de esperança.

4 comentários:

MakNamara disse...

Que coisa misteriosa!

Thiago disse...

E aí, continua?

Zildete M. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zildete M. disse...

Patrícia,

APLAUSOS! Adorei o poema "mensalmente" recitado ontem no sarau literário.
Gostei muito do blog. Passarei por aqui no mínimo semanalmente.

zil (mãe do Patrício)