sexta-feira, agosto 13, 2010

concreto






     dê     dê     dê     dê      




es     es      es      es     es     




pa     pa     pa    pa     pa     



             
ço     ço      ço     ço     ço     




ao     ao      ao     ao     ao     




tem  tem  tem  tem   tem  



po     po      po     po     po     



Homenagem ao terrorismo poético realizado no Eixo W norte. Me fez desacelerar, fazer dois balões, e apreciar novamente as sílabas e o tempo.      

4 comentários:

Marcia Regina disse...

Vi hoje umas plaquinhas com esse poema na w3.

Camila disse...

Eu vi... é de uma generosidade essa arte, sou imensamente grata.

Patrícia Del Rey disse...

Idem. Muito bom ver poesia espalhada pela cidade! =]

Marina Ramos disse...

Como sempre, seu blog sacode!