domingo, abril 15, 2012

poesia no concreto 2


Um comentário:

Rafael Perfeito disse...

Em qual dos buraquinhos
desse cobogó
eu me posicionaria
para melhor te ver?
Cada um tem seus contras
e seus prós
e oferecem uma ponta
de vista
uma pista de luz.
Cada um tem o seu charme
só.
Queria ser mil olhos.
A se projetarem
cobogós(da)mente
Calcinha adentro.